Cada vez mais vem sendo conquistado o espaço na dramaturgia brasileira dos atores negros. Por muito tempo os papéis foram restritos, limitados a empregados domésticos, escravos em produções de época, a ama de leite, a cozinheira de mão cheia, heranças do racismo.

Demorou muito para que Zezé Motta, por exemplo, representasse uma mulher de classe média em 1984 ou que Thaís Araújo fosse a protagonista de uma novela.

Vamos conhecer alguns desses grandes profissionais.

#ciainvestigacaoartistica#teatro#cultura#ator360#atores#investigacaoartistica#cia#arte#atuacao#cinemanegro#diadaconsciencianegra#blacklivesmatter#abdiasnascimento#ruthdesouza#leagarcia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *